ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

 

São Tomé das Letras:

Ponto turístico é colocado à venda

A Pirâmide, principal ponto turístico da região central da cidade foi colocada à venda por seu proprietário. Prefeitura informa que tenta negociar o terreno para o município.

 

Por Pepe Chaves*

De São Tomé das Letras

Para Via Fanzine

04/02/2020

21h45

 

Patrimônio arquitetônico e paisagístico de São Tomé das Letras foi colocado à venda por seu proprietário.

- Leia outras matérias sobre São Tomé das Letras:

Quase mil solicitações em cerca de 15 dias

Justiça de BH: cidade volta a ficar fechada

Prefeitura baixa decreto para abertura

Cidade é aberta pela Justiça de Três Corações

Outros destaques em Via Fanzine

  

O principal ponto turístico da região central de São Tomé das Letras foi colocado à venda. A Pirâmide, uma exótica construção de alvenaria (cimento e pedras), erigida há 40 anos está localizada dentro do Parque Antônio Rosa, foi colocada à venda por seu proprietário. O anúncio está sendo divulgado por uma imobiliária de Três Corações.

 

Toda a área do parque foi tombada como patrimônio histórico, mas a Pirâmide está localizada em um terreno particular nas localidades do parque. O local é um dos principais mirantes da cidade, onde muitas pessoas, incluindo turistas, se dirigem para assistir ao por do Sol. A cidade está localizada a 1.440 metros acima do nível do mar.

 

Na quinta-feira (04/10), alguns moradores do município promoveram um protesto na Pirâmide, solicitando à Prefeitura Municipal que faça a desapropriação do terreno, por se tratar de ponto turístico de interesse comum do município.

 

Muitos temem que haja cobrança para frequentar o local, caso a área particular seja comprada por um empreendimento turístico. Atualmente o local é aberto ao acesso público. Outra manifestação contra a venda foi marcada para o sábado (06/02), durante o por do Sol, na Pirâmide.

 

De acordo com as informações que obtivemos, a área onde se encontra a pirâmide pertence a um cidadão de São Paulo. O terreno de 8.000 metros estaria à venda por R$ 1,2 milhão.

 

Mais que um local onde as pessoas se reúnem para ver o nascer e o por do Sol, a Pirâmide de São Tomé se tornou uma referência, e até mesmo, um símbolo da cidade, estampado em camisetas, reproduzido em pedras, papel e vários souvenires.

 

A Prefeitura publicou uma nota em rede social nesta quinta-feira, 04/02, afirmando que está tentando negociar o terreno com o proprietário. De acordo com as informações, o prefeito Tomé Alvarenga deverá se reunir com ele para tratar do assunto.

 

*  Pepe Chaves é jornalista e editor do diário digital Jornal São Tomé Online e da Rede de Portais ZINESFERA.

 

- Foto: Pepe Chaves/Jornal São Tomé Online.

 

- Clique aqui para CURTIR Jornal São Tomé Online

 

- Leia outras matérias sobre São Tomé das Letras:

Quase mil solicitações em cerca de 15 dias

Justiça de BH: cidade volta a ficar fechada

Prefeitura baixa decreto para abertura

Cidade é aberta pela Justiça de Três Corações

Outros destaques em Via Fanzine

 

 

 

Ir para a página principal

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2021 Pepe Arte Viva Ltda.