ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

ESTAÇÃO RODOVIÁRIA

 

 

São Tomé das Letras:

Rodoviária da cidade está em frangalhos 

As mostras do desleixo administrativo desse local, podem ser vistas no piso, encardido e mal varrido. O teto contém infiltrações e goteiras que molham a parte central do piso. Pessoas dormem no local e não há ninguém que possa prestar informações.

  

Da Redação*

Jornal São Tomé Online

02/01/2023

 

Fachada da estação rodoviária de São Tomé das Letras.

 

- Leia outras matérias sobre São Tomé das Letras:

Resumo Histórico de São Tomé Das Letras

 São Tomé das Letras: Informações básicas

Mistério e beleza em São Tomé das Letras

São Tomé: o Lugar onde o tempo poderia parar

Outros destaques em Via Fanzine

Página principal do Jornal São Tomé Online

 

Vergonha municipal

 

A estação rodoviária de São Tomé da Letras está completamente sucateada. Esta é a óbvia impressão de qualquer pessoa que passe pelo local. Atendendo a pedidos, nossa reportagem esteve na rodoviária fazendo algumas constatações sobre sua conservação e manutenção.

 

E, infelizmente, corroborando às denúncias recebidas por moradores locais, constamos que para uma cidade turística como a nossa, a situação física da rodoviária local é precária e vergonhosa.

 

Interior do prédio contém infiltrações e goteiras.

 

Vale observar que as duas últimas gestões municipais não criaram nenhum implemento ou melhoramento na estação rodoviária e nem mesmo a sua devida manutenção tem sido feita com periodicidade, como pudemos constatar.

 

As mostras do desleixo administrativo desse local, podem ser vistas no piso, encardido e mal varrido. O teto contém infiltrações e goteiras que molham a parte central do piso. Pessoas dormem no local e não há ninguém que possa prestar informações.

 

Pessoas dormem no chão da rodoviária e ali permanecem por tempo indeterminado.

 

Albergue improvisado

 

Vimos num dos cantos do galpão rodoviário uma espécie de “acampamento urbano”, onde uma pessoa dormia no chão, enrolada num cobertor. Seus pertences tomaram conta do espaço ao seu redor, incluindo um dos bancos da rodoviária. Aliás, bancos estes, quase todos quebrados.

 

O fato de haver pessoas acampando na rodoviária já vem sendo alertado há muito pelas pessoas nas redes sociais, mas nenhuma providência tem sido tomada pelas autoridades municipais.

 

Teto e paredes exibem infiltrações que causam manchas e comprometem as estruturas.

 

Neste caso, acreditamos que a cidade deveria atender cidadãos em condição de rua através do seu departamento de Assistência Social. O fato recorrente de pessoas estarem dormindo naquele local e também nas ruas pode ser um alerta para que a cidade repense sobre a possibilidade de criação do albergue municipal. Quiçá, assim haveria um local onde tais pessoas poderiam estar temporariamente, tendo onde tomar banho e melhores condições de higiene básica.

 

Os banheiros se encontram sujos e em estado bastante precário.

 

Imóvel sucateado

 

Parte de um dos corrimãos da rampa foi arrancada. No local, existe um guichê que se encontra sempre fechado.

 

Paredes e partes da alvenaria estrutural do teto estão cheias de infiltrações, manchando a pintura do imóvel e, possivelmente, comprometendo toda a estrutura da construção. Do lado de fora, constatamos que faltam telhas sobre o telhado da lanchonete e a pintura das fachadas laterais estão em péssimas condições.

 

Também as pinturas interna e externa estão sujas e precárias, contendo até pichações. Há mato crescendo no entorno do prédio, o que causa concentração de umidade nas partes mais baixas da construção. Os banheiros masculino e feminino estão em estados deploráveis: sujos e com as estruturas dos boxes enferrujadas.

 

Quase todos os (poucos) bancos da rodoviária estão com o encosto quebrado.

 

Além disso, pasme, não há ali na estação rodoviária da nossa cidade turística sequer uma pessoa por parte da administração municipal ou das empresas utilitárias para prestar quaisquer informações aos turistas e moradores que utilizam tais serviços rodoviários. A impressão que se tem é que, aqueles que frequentam o local estão abandonados à própria sorte.

 

A população cobra e espera melhorais na rodoviária de São Tomé das Letras.

 

Irresponsabilidades municipais

 

O descaso com a manutenção desse patrimônio público está evidente para os moradores, sobretudo, para turistas. Especialmente, em uma temporada essencial para a economia do município. Isso poderá significar propaganda negativa, uma vez que nossos visitantes poderão comentar tal experiência com amigos, colegas, familiares e nas redes sociais.

 

Infelizmente, podemos esperar recessos maiores do turismo, se não preservarmos devidamente os patrimônios comuns, em especial, os utilizados pelos turistas que vêm conhecer a cidade. Só assim, poderemos garantir uma experiência agradável aos nossos visitantes.

 

* Reportagem de Pepe Chaves e Rafael Vidal.

 

- Fotos: Rafael Vidal / Jornal São Tomé Online.

   

- Produção: Pepe chaves.
© Copyright 2004-2023, Pepe Arte Viva Ltda.

  

- Leia outras matérias sobre São Tomé das Letras:

Resumo Histórico de São Tomé Das Letras

 São Tomé das Letras: Informações básicas

Mistério e beleza em São Tomé das Letras

São Tomé: o Lugar onde o tempo poderia parar

Outros destaques em Via Fanzine

Página principal do Jornal São Tomé Online

 

Ir para a página principal

 

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2023, Pepe Arte Viva Ltda.