ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

 

 ENTREVISTA EXCLUSIVA

   

Gabola Fernandes

Músico e produtor cultural

 

Por Pepe Chaves

Para Via Fanzine &

Jornal São Tomé Online

29/04/2021

 

Gabola Fernandes: "Acreditamos que de 10 a 15% da população do município se enquadra ao perfil do associado da AMA, pois além dos músicos, temos também os artistas em sua gigantesca variedade".

Leia também:

Outros destaques em Jornal São Tomé Online (local)

Outros destaques em Via Fanzine (nacional)

 

Gabola Fernandes reside em São Tomé das Letras-MG é músico profissional desde 1999 e participou das seguintes bandas: Dazantiga, Urutu Banguela, A outra Banda, Bruaca Ocultista e Whisky Rural. Trabalhou durante seis anos como produtor de eventos e ultimamente vem fomentando a cultura através de espaços culturais. Na cidade, ele administrou os seguintes espaços Terraço Bar e Restaurante, Vimana Comes e Bebes e Vimana Mountain Rock. Atualmente ele é coordenador da Associação de Músicos e Artistas (AMA) de São Tomé das Letras. Nessa entrevista, Gabola nos fala um pouco de sua experiência na área artística, das propostas da associação e de sua militância pela cultura da cidade.

 

Jornal São Tomé Online – Desde quando se faz o seu envolvimento com a música?

Gabola Fernandes – Sempre gostei de música, mas o “chamado" ocorreu a primeira vez que visitei São Tomé como turista (1992), desde então, já se vão 29 anos de amor.

 

Jornal São Tomé Online – Por favor, nos fale um pouco de seus trabalhos musicais em São Tomé das Letras?

Gabola Fernandes – Eu toco na noite de São Thomé desde 1999, comecei no Bar do 2. Toquei durante muito tempo solo (em raras exceções ainda hoje faço esse trabalho). E passei por vários projetos musicais (Bandas). Através da AMA, já participamos da realização dos eventos: Festa de Agosto 2020; Encontro de Violeiros; Fecast 2020; São Thomé ao Mundo (a ser realizado no próximo 16/05).

  

Jornal São Tomé Online – Quando e como surgiu a Associação de Músicos e Artistas (AMA) de São Tomé das Letras e quais são seus objetivos?

Gabola Fernandes – A AMA surgiu em junho do ano passado, de um antigo sonho coletivo de organizar o nosso segmento. Os principais objetivos da AMA são: Organizar o segmento artístico para que o mesmo tenha essa representatividade assegurada junto aos órgãos competentes; possibilitar a legalização dos artistas para que possamos ser contratados, pagos e reconhecidos como um segmento profissional que somos; Ajudar nas demandas feitas pela AMA ao Poder Público, como a criação do Conselho Municipal de Cultura, Fundo de Cultura, criação do Centro Cultural em São Tomé, etc.

 

Jornal São Tomé Online – Quem poderá se filiar à AMA e como isso pode ser feito?

Gabola Fernandes – Todos os artistas interessados poderão se filiar. Será convocada uma assembleia pública para que todos os interessados possam conhecer e opinar sobre o estatuto e o regimento interno.

 

Jornal São Tomé Online – Quantas pessoas estão associadas atualmente?

Gabola Fernandes – A AMA no momento, é constituida pela Comissão Organizadora e também por cerca de 30 a 40 artistas e músicos envolvidos informalmente, que contribuem nas ações práticas. Cada um contribui com sua experiência e atuação em cada área. Pois, devido à pandemia, estamos impossibilitados de realizar a assembleia, pois em uma estimativa bem rasa, acreditamos que de 10 a 15% da população do município se enquadra ao perfil do associado, pois além dos músicos, temos também os artistas em sua gigantesca variedade. Sendo assim, a AMA segue em caráter informal.

 

Jornal São Tomé Online – Quais são os projetos e planos da AMA atualmente?

Gabola Fernandes – Estamos trabalhando no projeto São Thomé ao Mundo, que será uma ação solidária realizada em formato online. Em parceria com outros movimentos e coletivos, realizaremos uma Live no dia 16/05 com o objetivo de arrecadar valores para o projeto PopulAÇÃO Solidária que visa auxiliar os munícipes nesse momento tão delicado no qual nos encontramos.

 

Jornal São Tomé Online – Como os artistas da cidade poderão entrar em contato com a AMA?

Gabola Fernandes – Temos as paginas AMA São Thomé nas principais redes sociais.

 

Jornal São Tomé Online – Atualmente, a AMA está promovendo a campanha “PopulAÇÃO Solidária”. Por favor, nos fale qual é o objetivo e como funciona esta campanha?

Gabola Fernandes – O projeto PopulAÇÃO Solidária é uma adaptação do projeto tão bem sucedido “Quem tem põe, quem não tem tira” que tanto auxiliou a nossa população no ano de 2020. A prefeitura cedeu o espaço e o voluntariado fez acontecer. Demos o pontapé inicial com o projeto Conexão-Solidária da EPTV e agora está sendo mantido por doações recebidas em mãos no centro de eventos e através do pix: amasaothome@gmail.  

 

Jornal São Tomé Online – Agradecemos pela entrevista e pedimos para nos deixar suas considerações finais.

Gabola Fernandes – Eu que agradeço pela oportunidade e convoco todos a participarem dessa empreitada, não somente o segmento artístico, e sim, todos os segmentos da sociedade. Lembrando que exercer a cidadania não consiste somente em cobrar os seus direitos, mas também em cumprir com seus deveres como cidadão. “Quem AMA faz"!

   

* Pepe Chaves é jornalista e editor dos portais Via Fanzine, Jornal São Tomé Online e da Rede ZINESFERA.

 

- Imagens: Arquivos do entrevistado.

 

Leia também:

Outros destaques em Jornal São Tomé Online

Outros destaques em Via Fanzine

 

- Produção: Pepe Chaves.

© Copyright 2004-2021, Pepe Arte Viva Ltda.
 

Ir para a página principal

 

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2021, Pepe Arte Viva Ltda.