ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

 

 Água

    

Meio ambiente:

São Tomé terá novo CODEMA 

Em acordo firmado junto ao Ministério Público, com a presença do presidente do CODEMA, o prefeito Tomé Reis Alvarenga se comprometeu a instituir o novo Conselho Municipal do Meio Ambiente (CODEMA) dentro de 60 dias.

  

Por Pepe Chaves*

Para Jornal São Tomé Online

19/05/2019

 

Mapa mostrando as principais nascentes da bacia hidrográfica do Ribeirão Canta Galo, localizada no cerrado mineiro.

Leia também:

Outros destaques no Jornal São Tomé Online

Outros destaques em Via Fanzine

 

No dia 08/05, os vereadores Adriano Batista Moreira e Alex Paulo Vieira, Adailton Gomes (Assessor Jurídico da Câmara Municipal), e Gabriel Luís Gusmão Maciel (Assessor Legislativo), compareceram a uma reunião na sede da 2ª Promotoria de Justiça, na Comarca de Três Corações, com a presença do prefeito municipal Tomé Reis Alvarenga, da procuradora municipal, Isabela Sacramento Martins de Castro; e do presidente do CODEMA, Waldir Augusto Ferreira.

 

A reunião foi mediada pelo promotor de Justiça e curador do Meio Ambiente Gustavo Adolfo Valente Brandão e tratou da existência de vícios no referido conselho. Foram discutidas falhas da paridade, representatividade e rotatividade, além da falta de gestão da conta do Fundo Municipal do Meio Ambiente (FMMA), que é de suma importância para a captação de recursos que devem ser investidos na preservação das nascentes do ribeirão desta Unidade de Conservação existente no município.

 

Além de cobrar a implementação deste fundo, ambos os vereadores exigiram transparência na prestação de contas dos gastos do Executivo com a APA. Segundo informações obtidas no site da Fundação João Pinheiro, foram destinados ao Município de São Tomé das Letras, somente nos anos de 2017 e 2018, R$ 85.066,85. Os vereadores reafirmaram que a transparência nos gastos é uma obrigação da qual o Executivo não pode se esquivar, principalmente em razão da relevância dos valores que são repassados constantemente ao município, isso, mesmo num período de recessão.

 

Com todas essas questões colocadas, o promotor Brandão sugeriu que o Executivo tomasse medidas cabíveis para a regularização do CODEMA e para a efetivação do Fundo Municipal de Meio Ambiente.

 

Em resposta, o prefeito Tomé Reis Alvarenga, juntamente com Valdir Augusto Ferreira, presidente do CODEMA, se comprometeu apresentar à Câmara, no prazo de 60 dias, a reformulação do CODEMA e sanar as pendências existentes, além de providenciar a gestão do Fundo Municipal de Meio Ambiente.

    

* Pepe Chaves é jornalista e editor dos portais Via Fanzine, Jornal São Tomé Online e da Rede ZINESFERA.

  - Com informações da Assessoria dos vereadores Adriano Batista Moreira e Alex Paulo Vieira.

 

- Imagem: Google Earth/reprodução.

 

Leia também:

Outros destaques no Jornal São Tomé Online

Outros destaques em Via Fanzine

 

- Produção: Pepe Chaves.

© Copyright 2004-2019, Pepe Arte Viva Ltda.
 

Ir para a página principal

 

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2019, Pepe Arte Viva Ltda.