ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

 

 Meio Ambiente

     

Pico do Gavião:

Fogo é debelado na região do Gavião

Paz na serra: durante três dias o pico ardeu em chamas e somente no último sábado, uma junta formada por militares e civis conseguiu extinguir os últimos focos do intenso incêndio que assolou aquela região.

   

Reportagem de Pepe Chaves*

De Sobradinho de Minas, STL-MG

Para Jornal São Tomé Online

e Portal Sobradinho de Minas

22/09/2019

 

Pico do Gavião na manhã desse domingo: finalmente, sem exalar fumaça.

Leia também:

Outros destaques no Jornal São Tomé Online

Outros destaques em Via Fanzine

 

O fim da queimada

 

Após um árduo trabalho que superou três dias, uma força-tarefa formada por civis e militares conseguiu extinguir um grande incêndio nos arredores do Pico do Gavião e da Cachoeira da Chuva, na divisa dos municípios de São Tomé das Letras e Luminárias.

 

Durante três dias a serra ardeu em chamas, criando um gigantesco e doloroso espetáculo de luz nas últimas noites e poluindo de fuligem todo o ar da região. Mas, a partir da noite do sábado, 21/09, graças a uma operação conjunta no local, as chamas cessaram e o pico pôde voltar a ser avistado sem a fumaça ao seu redor.

 

Viatura-pipa do EB, usada para apanhar água e levá-la até o local dos focos.

 

Os últimos esforços foram levados a cabo durante todo o sábado, quando se reuniu o Exército Brasileiro (EB), o Corpo de Bombeiros (CB) e os voluntários civis, formando uma força-tarefa para o combate do incêndio.

 

Positiva participação do Exército

 

Nesta operação foi imprescindível o uso de uma viatura-pipa do EB, que recolhia água em poços próximos e levava aos combatentes nos locais mais críticos. Na luta contra o fogo também foram usados abafadores e enxadas por militares e civis. A operação se estendeu durante todo o dia, cessando somente ao cair da noite, às 18h, segundo nos informou o coronel Mota, oficial de Comunicação para a ESA em Três Corações-MG.

 

Falando com o Jornal São Tomé Online na manhã desse domingo, 22/09, o coronel Mota explicou sobre os trabalhos realizados no dia anterior, “Ontem o Exército, por meio da Escola de Sargentos das Armas (ESA), empregou militares e viaturas para apoiar a Prefeitura de São Thomé das Letras. Os militares chegaram na região da Cachoeira da Chuva e após ser verificado que o foco estava controlado seguiram em direção ao Pico do Gavião, onde permaneceram junto com bombeiros, brigadistas e voluntários até o controle da situação. A atuação integrada entre os militares e civis permitiu o controle dos focos de incêndio e reforçou os esforços voltados a preservação ambiental”.

 

Soldados do Exército em uma grande região queimada.

 

Ainda de acordo com Mota, após o término dos trabalhos de extinção dos focos, os envolvidos na força-tarefa voltaram a se reunir e foram checar pontos que poderiam reacender na mata. Todos deixaram o local somente por volta das 20h40.

 

Corpo de Bombeiros continua atento

 

Apesar do sucesso no rescaldo final, ainda havia a possibilidade de haver novas ignições e após o encerramento dos trabalhos, toda a região ficou sob observação durante as próximas horas e o dia seguinte.

 

Falando conosco na manhã desse domingo, o Tenente Rezende, do Corpo de Bombeiros, nos confirmou que o incêndio foi controlado. Ele afirmou que esteve em Sobradinho por volta das 6h desse domingo para verificar a situação da queimada. Rezende nos disse que esteve pessoalmente com o brigadista Luiz Carlos Souza (o Barranco, morador de Sobradinho) e este o informou que fez uma varredura nos focos de fogo que ainda havia no local durante a noite de ontem.

 

Rezende explicou que este monitoramento visa verificar possíveis reignições do fogo, pois ainda há plantas queimando e soltando fumaça, segundo ele. O militar disse acreditar que não seja mais possível surgir uma reignição na mata, contudo, caso isso ocorra, ele informa que o Corpo de Bombeiros continuará atento e estará retornando ao local caso seja preciso.

 

Soldado do EB trabalha na contenção do fogo do Pico do Gavião.

 

O anoitecer de ontem aqui em Sobradinho foi marcado por uma densa camada e fumaça branca que ainda saia do alto do pico, pairando sob todo o vale do distrito, tornando a respiração mais pesada e as paisagens turvas. Já na manhã desse domingo o ar amanheceu bem mais limpo e nenhum foco de incêndio ou fumaça foram notados na região atingida.

 

Autoridades estiveram no local

 

Durante a operação, algumas figuras públicas estiveram no local, ajudando ou acompanhando os trabalhos, como o prefeito Tomé Alvarenga, acompanhado por suas chefes de departamento Josiane Cardoso e Carla Gonzalez, o membro do diretório do PV local, Jackson Oliveira, além dos vereadores Adriano Jiló e Ariel, dentre outros.

 

Do local, o prefeito Tomé Alvarenga gravou um vídeo manifestando seu agradecimento aos militares da ESA e do Corpo de Bombeiros, aos brigadistas e moradores locais. Ele disse torcer para que as chuvas surjam e a mata danificada se recupere rapidamente.

 

O prefeito Tomé Alvarenga e o brigadista Barranco, no local dos trabalhos para extinção do fogo.

 

Em contato conosco, Carla Gonzalez, chefe do departamento de Turismo de São Tomé das Letras expressou seus agradecimentos e sua preocupação com a prevenção de incêndios no município, “Aproveito para agradecer a todos que colaboraram de alguma forma com esta operação de combate, os brigadistas que foram os anjos da guarda nessa situação, os voluntários, a prefeitura municipal, por disponibilizar a alimentação para os combatentes, todos os equipamentos necessários, e o transporte dos voluntários, aos empresários que mandaram água para os atuantes no combate e alimentação complementar para o exército, o Exército Brasileiro e os bombeiros de Três Corações e de Lavras, que nos auxiliaram durante os dias mais críticos de combate. E peço encarecidamente, que todos tenhamos consciência, que nestas épocas de seca, o cenário na área rural é de extremo risco, e possamos sempre agir de forma preventiva a situações como esta. Não façam fogueiras, não coloquem fogo em seus pastos. Nos ajudem a preservação a nossa rica flora e fauna”, afirmou a servidora municipal.

 

Esforço conjunto em São Tomé das Letras

 

Vale lembrar que, apesar de os focos do incêndio terem se espalhado por uma área que geograficamente pertence também ao município de Luminárias, a força tarefa não contou com nenhuma ajuda ou apoio deste município.

 

De acordo com o nosso levantamento, o grupo de combatentes foi composto por cerca de 10 pessoas residentes em Sobradinho de Minas, 15 residentes em São Tomé das Letras, mais 32 soldados da ESA e cinco militares do Corpo de Bombeiros, perfazendo um total de 62 pessoas empregadas na luta contra o alastro do incêndio nestes últimos dias.

 

E assim, graças a este esforço conjunto, o grande mal foi sanado, como um prêmio, neste dia 21/09, comemorado como "o dia da árvore". Mas é preciso que todos estejam atentos na prevenção de incêndios, sobretudo, neste final de temporada seca, onde qualquer fagulha ou brasa pode ser o estopim para destruir muitos hectares de matas nativas, além de vidas animais, como o ocorrido recentemente.

      

* Pepe Chaves é jornalista e editor dos portais Via Fanzine, Jornal São Tomé Online e da Rede ZINESFERA.

 

- Imagens: EB/ESA e Pepe Chaves/Jornal São Tomé Online.

 

- Agradecimentos especiais: Coronel Mota (EB/ESA), Dep. Comunicação Social ESA (Três Corações), tenente Rezende (CB/PMMG), Wander Moreno, Dalton Pessoa e Carla Gonzalez, que colaboraram para a elaboração desta matéria.

 

Leia também:

Outros destaques no Jornal São Tomé Online

Outros destaques em Via Fanzine

 

- Produção: Pepe Chaves.

© Copyright 2004-2019, Pepe Arte Viva Ltda.
 

Ir para a página principal

 

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2019, Pepe Arte Viva Ltda.