ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           

 

 

Reunião:

'Todos pela Água' se reúne com a COPASA

Movimento civil solicita à COPASA que transfira o local de captação de água para um ponto mais abaixo do ribeirão Canta Galo para não esvaziar cachoeiras.

 

Da Redação*

Jornal São Tomé Online

13/01/2019

 

A Cachoeira do Flávio é uma as que integra o sistema do ribeirão Canta Galo, em São Tomé das Letras.

Leia também:

ST das Letras: onde o tempo poderia parar - Arquivo VF

Outros destaques em Via Fanzine

  

O movimento Todos Pela Água de São Tomé das Letras encaminhou um ofício [na íntegra, abaixo] entregue à COPASA no dia 11 de janeiro de 2019. Nesta data, os cidadãos Aninha Sigaud, Luiz Gilmar e Bethy Santana, representando o movimento Todos Pela Água estiveram na cidade de Varginha, onde se reuniram com a senhora Inês Massa de Souza de Deus, Gerente Regional da COPASA. 

 

Na ocasião foi feita a entrega do pedido de mais de mil pessoas (sendo quinhentos moradores de São Tomé), para que a COPASA passe a retirar água para o consumo urbano, após o ribeirão Canta Galo, derramar suas cachoeiras.

 

Reproduzimos a seguir a íntegra do documento, com um breve relato da história do movimento.

 

Oficio: 14/2019

Assunto: Solicitação/Encaminhamento

Data: 10/01/2019

A senhora Inês Massa de Souza de Deus

Gerente Regional da COPASA

 

Nós, abaixo subscritos, do movimento Todos pela Água, vimos através desse encaminhar as cópias autenticadas e numeradas do abaixo- assinado com o seguinte pedido:

 

“(...) que a COPASA - Companhia de Saneamento de Minas Gerais - mude o local de captação de água do ribeirão Canta Galo, que fica a poucos metros acima da Cachoeira Eubiose, comprometendo o volume das águas das cachoeiras Flávio, Véu de Noiva e Paraíso, pois ficam abaixo da referida captação. Reconhecemos a importância da COPASA, na distribuição de água de qualidade para os moradores da zona urbana de São Tomé das Letras, mas entendemos que o ribeirão Canta Galo, não suportará tanta demanda ao longo dos próximos anos.”

 

São mais de 1000 pessoas, entre moradores e visitantes fazendo a referida solicitação porque têm consciência de que a vazão do ribeirão Canta Galo (cachoeiras) está diminuindo a cada ano que passa. Todos estão percebendo que o volume das chuvas tem apresentado diminuição e/ou mudança no ciclo natural.

 

Além disso, a zona urbana e o Bairro Galo, na APA (Área de Proteção Ambiental) crescem, ano a ano, com casas, pousadas, campings e comércio em geral. Solicitamos formalmente à COPASA a mudança da captação da água do ribeirão Canta Galo para manutenção da vida do curso d’água, enfatizando que nossas cachoeiras: Eubiose, Flávio, Véu de Noiva e Paraíso são importantes atrativos turísticos do município, sendo a atualmente a atividade turística a maior fonte de renda das famílias de São Thomé.

 

Aproveitamos esse encontro presencial para solicitar: que a COPASA faça a revisão de Outorga concedida pelo Órgão Gestor das Águas Mineiras – IGAM, pois há mais de duas décadas, nunca foi revista e que essa revisão seja acompanhada por representantes do nosso movimento, para acabar, de vez, com as dúvidas que assombram essa questão no município.

 

Reconhecemos e agradecemos o Projeto PROMANCIAIS implantado pela COPASA no Estado de Minas Gerais há mais de um ano no município, sua legitimidade, e a do COLMEIA, assim como, os avanços alcançados por um projeto participativo como este. Mas, aproveitamos para dizer que, para efetiva manutenção das águas do ribeirão Canta Galo, será necessário a disponibilização de mais de 500 cisternas de captação de águas de chuva, domésticas, para famílias de baixa renda, moradoras da APA, afim de, deixar as diversas nascentes alimentarem com suas águas o leito do Canta Galo, ao invés de serem dispersadas em mangueiras para uso doméstico e agropecuário, algumas até sua exaustão, motivo pelo qual pedimos a revisão da Outorga, também.

 

Nosso movimento de Amor solicita que essa empresa cumpra com a exigência legal: “A Companhia de Saneamento de Minas Gerais aplique/invista os 0,5% da arrecadação total no município, devidos, desde a Implantação do sistema de abastecimento na década de 1990, na proteção dos mananciais, das nascentes do ribeirão Canta Galo.

 

Também esperamos que a COPASA e a Prefeitura Municipal celebrem acordo para implantação da ETE, Estação de tratamento de Esgoto, porque, além da exaustão do ribeirão Canta Galo e suas cachoeiras, o município e a COPASA estão alterando o fluxo natural das águas, comprometendo a saúde de muitas famílias da zona rural do município onde o ribeirão Corcova passa contaminado pelo esgoto “ in natura” da zona urbana, despejado sem qualquer preocupação desde a década de 1990.

 

Vale lembrar que nosso movimento também irá colocar nossas reivindicações no Comitê da Bacia do Rio Verde e SUPRAM. Água é Vida, não é mercadoria! Lembrando que a COPASA não paga por sua matéria prima... E, ainda, a água e um meio ambiente saudável são direitos fundamentais e constitucionais de todos brasileiros!

 

Diante do exposto, esperamos ter sido claros em nossas solicitações e aproveitamos para informar quem somos: Todos pela Água é um movimento orgânico e fluídico como a própria água, trabalhando com democracia direta, onde todos têm voz e voto nas decisões. Nasceu em novembro de 2015 na reunião de conclusão do Ciclo de Conversas, idealizado pelo Espaço Livre e realizado por representantes de várias ONGs, cidadãos e representantes do poder público do município. Na conclusão do referido Ciclo nossas águas foram eleitas prioridade de luta e proteção dentre os muitos problemas que afetavam e afetam nosso desenvolvimento sustentável, almejado por todos.

 

Em 2016, se uniu a Associação de Guias e Profissionais de Turismo que também viu a água como prioridade de defesa. Em reunião, no prédio da Câmara Municipal, com representantes do legislativo, executivo e população em geral nos nomeamos: Todos pela Água! Nesses três anos muitas ações podem ser comprovadas na nossa página do Facebook, em nosso canal do Youtube e no grupo de WhatsApp, juntem-se a nós!

 

Nosso futuro depende das ações e realizações do presente! Nessa ocasião entregamos também um áudio visual para corroborar com nossa apresentação. Agradecemos a oportunidade dessa reunião presencial, nos despedimos com cordiais saudações, desejando que nossas solicitações sejam atendidas e informando que estamos dispostos a colaborar, sempre, para preservação, o respeito ambiental e social de São Thomé das Letras. Reconhecendo a importância da Companhia de Abastecimento e Saneamento do Estado de Minas Gerais na realização e continuidade do lindo trabalho que é levar, VIDA - Água pura em abundancia às famílias mineiras.

 

Muito obrigado!

 

São Thomé das Letras, 10 de janeiro de 2018.

 

Todos pela Água

Praça do Rosário, 645

todospelaaguastl@gmail.com

 

- Curta no Facebook: Todos Pela Água - São Tomé das Letras 

 

* Com a colaboração de Darlan Brameld Evangelista (STL).

 

- Foto: Pepe Chaves.

 

Ir para a página principal

 

ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS ITAÚNA J.A. FONSECA SÃO TOMÉ UFOVIA VIA FANZINE           
© Copyright 2004-2019, Pepe Arte Viva Ltda.
 

 

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter