AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

Noticiário Brasil

 

Facebook:

Blogueira critica e acaba retaliada

Os comentários dela foram suficientes para incendiar a internet no Brasil, e no exterior. Pessoas revoltadas com sua atitude – inclusive, boa parte de opositores a Lula – não pouparam críticas e xingamentos nas redes sociais.

 

Da Redação*

Via Fanzine

02/03/2019

 

Lula ao lado do neto falecido:criticados em postagem da blogueira Alessandra Strutzel.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

A blogueira Alessandra Strutzel causou revolta generalizada nas redes sociais, após difundir mensagens de ódio pertinentes à morte do neto do ex-presidente Lula. O menino Arthur Araújo Lula da Silva, 7 anos, morreu em decorrência de meningite meningocócica na sexta, 1º/03, foi objeto de críticas covardes por parte de alguns opositores a Lula.

 

Em sua postagem Alessandra Strutzel escreveu: “Pelo menos uma notícia boa”, com a foto de Lula e o neto e a notícia sobre a morte do menino. Perguntada por alguém no post onde estaria a notícia boa, a blogueira respondeu, “Um filho da puta a menos kkkk”. A mesma pessoa que perguntou então comentou: “Acho que vc não entendeu, quem morreu foi uma criança de 7 anos”. Ao que Alessandra responde, “Entendi sim, pensa, iria crescer a exemplo do Avô, um filha da puta a menos para roubar nosso País”.

 

 

Os comentários dela foram suficientes para incendiar a internet no Brasil, e no exterior. Pessoas revoltadas com sua atitude – inclusive, boa parte de opositores a Lula – não pouparam críticas e xingamentos ao comportamento da blogueira diante à morte de uma criança.

 

Dada a enorme repercussão de suas postagens, o seu perfil original foi apagado por ela no Facebook, e outros perfis com o seu nome surgiram, combatendo suas falas.

 

Muitas pessoas estão indignadas com as declarações da blogueira, repletas de ódio contra uma criança inocente, usados como uma espécie de vingança política. Diversas pessoas pedem que providências sejam tomadas contra Alessandra Strutzel, inclusive, a possibilidade de ela responder a um processo na Justiça por suas declarações em público.

 

* Com agências e Facebook.

 

- Imagens: Facebook/reprodução.

  

*  *  *

 

Brasília:

João de Deus será investigado

Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus*.

 

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (07/12), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

A Polícia Civil e o Ministério Público de Goiás (MP-GO) criarão forças-tarefas especiais para apurar as denúncias de abuso sexual envolvendo o médium João Teixeira de Faria, conhecido internacionalmente como João de Deus.

 

A Polícia Civil deve definir a quantidade de delegados e agentes que atuarão no caso durante reunião convocada pelo delegado-geral André Fernandes para as 16h30 de hoje (10), em Goiânia.

 

A assessoria de imprensa confirmou à Agência Brasil que a instituição já havia instaurado inquéritos para investigar acusações apresentadas por frequentadoras da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), mas que as denúncias se avolumaram depois que o caso se tornou público, sendo divulgado na imprensa. A criação da força-tarefa se deve à complexidade do caso.

 

Já o Ministério Público goiano pretende atuar em conjunto com promotores de outras unidades da federação onde residam mulheres que afirmem ter sido vítimas de abusos sexuais supostamente cometidos pelo médium. As primeiras denunciantes devem começar a ser ouvidas amanhã (11).

 

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (7), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium. Segundo os relatos, João de Deus as teria levado para cômodos isolados do centro espírita e as molestado, acariciando seus corpos. Algumas mulheres garantem que o médium chegou a expor seu pênis, forçando-as a tocá-lo a pretexto de curá-las.

 

A reportagem ainda não conseguiu contato com o médium e com seus advogados. Desde ontem (9), ninguém atende os telefones de contato divulgados na página da Casa Dom Inácio de Loyola, na internet.

 

Em nota divulgada no sábado (8), a Federação Espírita Brasileira afirma que o espiritismo orienta que o serviço espiritual não deve ocorrer isoladamente, apenas com a presença do médium e da pessoa assistida. Além disso, a entidade informa que “não recomenda a atividade individual de médiuns que atuem por conta própria” que, portanto, “não estão vinculados ao movimento espírita, nem seguindo sua orientação”.

 

* Informações de Alex Rodrigues/Agência Brasil.

   10/12/2018

 

- Foto: Divulgação.

 

Ir para a página principal

AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

© Copyright, Pepe Arte Viva Ltda.

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter