AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

Internacional

 

Moscou:

Putin é reeleito presidente russo

Resultados das eleições presidenciais na Rússia, em 18 de março de 2018.

 

Por Natália Dyakonova*

De Moscou/Rússia

Para Via Fanzine

20/03/2018

 

 

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

Nunca os eleitores russos viram tal diversidade de candidatos que se consideraram dignos de ascender ao Olimpo do poder. Mais de 40 representantes de partidos grandes e pequenos, bem como os auto-indicados, anunciaram sua prontidão para se juntar à corrida presidencial. As figuras mais odiosas foram eliminadas na fase preliminar; para a batalha decisiva, a Comissão Eleitoral Central (CEC) da Federação Russa admitiu oito candidatos:

 

Vladimir Putin – presidente da Federação Russa, auto-promovido;

 

Pável Grudínin – empresário, não partidário, promovido, por algum motivo, pelo PCRF (Partido Comunista da Federação Russa), o qual, aparentemente, já não esperava contar com suas próprias forças (seu eleitorado está diminuindo anualmente de forma natural, sendo composto principalmente da geração maior);

 

Vladimir Zhirinóvsky – presidente do PLDR (Partido Liberal Democrata da Rússia), veterano político, candidato tradicional à presidência (desde o início dos 1990´s), bastante popular, obtendo geralmente cerca de 7-9 por cento do voto nas eleições presidenciais;

 

Ksénia Sobchak – do partido "Grani" ("Iniciativa Civil"), jornalista de TV com uma reputação ambígua, apoiante da oposição pró-ocidental, uma "candidata contra todos" (por sua definição);

 

Grigory Yavlínsky – líder e um dos fundadores do partido liberal "Yábloko" ("Maçã"), político da era Yeltsin;

 

Boris Titov – do Partido do Crescimento, representante dos empresários;

 

Maksím Suráykin – do partido "Comunistas da Rússia";

 

Serguei Babúrin – do partido ROS ("União Nacional Russa"), também um político da era Yeltsin.

 

 

A reputação de Vladimir Putin, sua autoridade aos olhos da maioria da população russa, obviamente, pressupôs sua vitória. Mas mesmo a sua sede eleitoral não podia imaginar que haveria tal participação nas eleições, com o comparecimento de 67,4% às urnas.

 

A equipe agradeceu ironicamente à primeira-ministra britânica, Theresa May, porque foram as injustas e grosseiras acusações à Rússia no "caso Skripal" que indignaram profundamente aos eleitores russos, decidindo a maioria deles exercer seu dever cívico, embora a votação seja facultativa e não obrigatória no país.

 

É importante notar que muitos jovens participaram das eleições, esta é a chamada "geração Putin", aqueles que cresceram ou mesmo nasceram durante a presidência de Vladimir Putin.

 

O resultado disso foi também o número recorde do vencedor da eleição, Vladimir Putin: pela primeira vez, ele obteve como candidato 76,69%, enquanto nas eleições de 2012, ele obtivera 63,6%.

 

Resultados de outros candidatos:

 

Pável Grudínin – 11.77%;

Vladimir Zhirinóvsky – 5.65%;

Ksénia Sobchak – 1,68%;

Grigory Yavlínsky – 1.05%;

Boris Titov – 0.76%;

Maksím Suráykin – 0, 68%;

Serguei Babúrin – 0,65%.

 

Os dados ainda serão alterados em décimos, já que pelo momento nem todos os resultados foram recebidos pela CEC de nossas embaixadas e consulados, que também tiveram uma alta taxa de participação, votando mais de 400 mil eleitores.

 

Vladimir Putin anunciou que o principal objetivo de seu quarto mandato seriam os problemas internos do país, em primeiro lugar, os econômicos. Desejamos-lhe sucesso.

 

* Natália Dyakonova é correspondente em Moscou/Rússia para Via Fanzine.

 

- Tradução: Oleg Dyakonov.

 

- Fotos: Divulgação.

 

- Produção: Pepe Chaves

   © Copyright, Pepe Arte Viva Ltda.

 

*  *  *

 

 

Ir para a página principal

 

AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

© Copyright, Pepe Arte Viva Ltda.

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter