AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

Copa 2018 - Rússia

 

Kazan/Rússia:

Brasil perde para a Bélgica e está fora da Copa*

Com imposição física e contra-ataques em velocidade, o time europeu foi melhor no primeiro tempo e soube segurar o resultado no segundo tempo.

 

Renato Augusto marcou o gol da equipe brasileira, que não conseguiu o empate que poderia levá-la à prorrogação.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

O jogo

 

O Brasil perdeu para a Bélgica por 2 a 1 e está fora da Copa do Mundo. A seleção brasileira criou chances, pressionou o adversário, mas perdeu muitos gols e sofreu com 20 minutos muito ruins no primeiro tempo, quando a Bélgica fez os dois gols.

 

Os belgas aproveitaram o mau momento da seleção brasileira no jogo e impuseram seu melhor futebol. Com imposição física e contra-ataques em velocidade, o time europeu foi melhor no primeiro tempo e soube segurar o resultado no segundo tempo. O gol de Renato Augusto, descontando na segunda etapa, não foi suficiente para manter o Brasil na Copa.

 

O Brasil partiu para o ataque logo no começo do jogo. E aos 7 minutos quase abriu o placar. Em uma cobrança de escanteio, Miranda escorou para o meio da área e Thiago Silva quase marcou. Ele tocou na bola e ela bateu na trave. O Brasil tentou o gol novamente em outro escanteio, pouco depois. Na cobrança, a bola chegou baixa em Paulinho, dentro da área, mas ele errou o chute.

 

Era um início promissor para o Brasil. A defesa belga ainda não estava completamente ligada no jogo. Mas, quando parecia que o Brasil iria se impor, sofreu o primeiro gol. Aos 12 minutos, em cobrança de escanteio para a Bélgica, a bola bateu em Fernandinho, enganou Alisson e entrou.

 

O Brasil ensaiou uma pressão, mas a defesa belga conseguia se fechar bem e saía rápido nos contra-ataques. E aos 30 minutos, foi fatal. Após uma cobrança de escanteio da seleção brasileira, a bola perdida deu contra-ataque à Bélgica. Lukaku avançou com velocidade e tocou para De Bruyne, que chutou de longe, no canto de Alisson. Antes de fazer a primeira defesa, goleiro brasileiro já havia levado dois gols.

 

Com dois gols de déficit, a seleção brasileira se lançou toda ao ataque, buscando um gol. A Bélgica se fechava com eficiência e puxava contra-ataques perigosos. Fagner tinha dificuldades para marcar Hazard, que ligava vários ataques do time belga. O ataque brasileiro não achou os espaços que procurava no primeiro tempo. Bem marcados, Neymar e Philippe Coutinho não conseguiam entrar com a bola na área e tentavam ameaçar com chutes de fora.

 

Segundo tempo

 

O Brasil voltou com Firmino no lugar de Willian e deu mais presença de área. O time brasileiro começou a segunda etapa pressionando. Foram cerca de dez minutos de ataque contra defesa. Mas jogadores importantes estavam abaixo do que vinham apresentando na Copa. Philippe Coutinho e Paulinho erravam passes e perdiam divididas. Neymar, por sua vez, não encontrava espaços na defesa.

 

Mas o Brasil continuava insistindo. Tite colocou Doulgas Costa no lugar de Gabriel Jesus e o time ganhou em velocidade pelo lado direito do ataque. Aos 30 minutos, finalmente, o Brasil fez seu gol. Philippe Coutinho, que vinha mal no jogo, acertou um passe perfeito na cabeça de Renato Augusto, que havia acabado de entrar. O meia cabeceou no canto de Courtois, colocando o Brasil no jogo. Aos 35 minutos, quase o empate. Em contra-ataque, Coutinho tocou para Renato Augusto, que bateu colocado. A bola passou rente à trave.

 

O Brasil continuava perdendo chances claras de gol. Aos 38 minutos, Neymar recebeu em contra-ataque rápido, entrou pela esquerda da grande área e tocou para o meio. Livre, Coutinho chegou e chutou muito mal, longe do gol. Aos 48 minutos, Courtois salvou a Bélgica pela última vez. Neymar recebeu na entrada da área e bateu colocado. O goleiro belga fez uma grande defesa e decretou a eliminação brasileira da Copa do Mundo.

 

* Informações de Marcelo Brandão/Agência Brasil.

   06/07/2018

 

- Foto: Toru Hanai/Reuters/Direitos reservados.

 

*  *  *

 

Quartas de final:

Agora só restam oito seleções

Seis europeus e dois sul-americanos continuam na briga pela Copa*.

 

Da Redação*

Via Fanzine

04/07/2018

 

O Brasil chega para a fase de quartas de final com atuações cada vez melhores. Depois de um empate na estreia, venceu a Costa Rica nos últimos minutos.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

Das 32 seleções iniciais, somente um quarto delas, oito, seguem para a fase de quartas de final. Algumas seleções gigantes do futebol, como Alemanha, Argentina e Espanha, já estão em casa, vendo a Copa pela televisão. Esta Copa contrariou a teoria de muitos apostadores, desclassificando precocemente grandes potências desse esporte.

 

Algumas seleções com seus elencos milionários não mais integram o grupo de elite das oito seleções que ainda restam nesta Copa da Rússia. Dos times que ainda restam, seis são europeus e dois são sul-americanos. Uruguai, Brasil, França, Bélgica, Suécia, Inglaterra, Rússia e Croácia são os países que continuam na briga pelo topo.

 

O Brasil chega para a fase de quartas de final com atuações cada vez melhores. Depois de um empate na estreia, venceu a Costa Rica nos últimos minutos. Já contra a Sérvia, a vitória foi menos dramática. O jogo das oitavas, contra o México, mostrou um time com sistema defensivo bem ajustado, pronto para resistir à pressão. E lá na frente, o ataque tem se mostrado mais entrosado e eficiente.

 

Os uruguaios, junto com o Brasil, têm a melhor defesa da Copa, com apenas um gol sofrido. Além disso, Suárez e Cavani têm sido cada vez mais eficientes no ataque. Cavani fez uma partida de gala nas oitavas de final, contra Portugal. O atacante fez os dois gols do time, mas saiu com uma lesão na panturrilha e ainda não está confirmado para a próxima partida.

 

A França fez um jogo eletrizante contra a Argentina nas oitavas de final. As falhas da defesa, que cederam três gols aos argentinos, foram ofuscados pela grande partida de Mbappé. Companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain, o francês liderou o time às quartas de final com um futebol técnico, veloz e preciso.

 

Os belgas continuam na Copa após uma partida de recuperação contra o Japão no final do segundo tempo. O inimaginável quase aconteceu. Quando os japoneses marcaram 2 a 0, revelaram que a seleção belga, tão respeitada por sua geração atual de craques como Hazard e De Bruyne, tinha falhas ainda não demonstradas no torneio. Será difícil ver uma Bélgica jogando tão lenta e desconectada na partida contra o Brasil. Esses erros deverão ser acertados pelo técnico Roberto Martinez.

 

Liderados pelo camisa 10, Forsberg, os suecos têm méritos de sobra para estarem nas quartas de final. Se classificaram em primeiro em um grupo muito disputado e, mesmo após perderem para a Alemanha no último lance da segunda rodada, souberam manter a calma e garantiram a classificação sobre o México. Não aparecem como favoritos ao título, mas têm uma defesa alta e sólida, que pode fazer o time ir mais longe na Copa.

 

A Inglaterra veio para a Copa com um time jovem e já fizeram melhor que a geração anterior, que caiu na fase de grupos em 2014. Na última partida, dominaram a Colômbia durante todo o jogo, anulando suas principais armas ofensivas. Mas um minuto de desatenção tornou a classificação desnecessariamente dramática, com a vitória vindo só nos pênaltis. Apesar do susto, a Inglaterra ainda não foi testada ao limite. A Suécia poderá impor esse teste.

 

Há quem diga que os donos da casa já estão fazendo hora-extra na Copa do Mundo. A Rússia se aproveitou de uma Espanha sem criatividade para levar a partida de oitavas de final para os pênaltis e, lá, eliminar os campeões de 2010. O time do técnico Stanislav Cherchesov chega às quartas de final com um futebol de transpiração e aplicação tática, sobretudo na defesa.

 

A Croácia merece o lugar que ocupa. Está entre os oito melhores times da Copa com méritos. Com um meio campo de qualidade, os centroavantes são bastante acionados e conseguem participar do jogo com eficiência. O toque de bola frio e refinado na armação das jogadas remete ao futebol praticado no Real Madrid e Barcelona, onde com Modric e Rakitic jogam, respectivamente.

 

Os confrontos das quartas de final são:

 

Uruguai x França, sexta-feira (6) às 11h, em Nizhny Novgorod;

 

Brasil x Bélgica, sexta-feira (6) às 15h, em Kazan;

 

Suécia x Inglaterra, sábado (7), às 11h, em Samara;

 

Rússia x Croácia, sábado (7), às 15h, em Sochi.

 

Confira a tabela de classificação da Copa do Mundo/EBC

  

* Com informações de Marcelo Brandão/ Agência Brasil.

 

- Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins/Direitos Resevados/Agência Brasil.

 

 

*  *  *

 

No sufoco:

Brasil vence e Neymar desabafa

Neymar reage a críticas e desabafa nas mídias sociais.

 

Da Redação*

Via Fanzine

23/06/2018

 

O craque brasileiro foi alvo de críticas após o empate com a Suíça, especialmente porque não rendeu o esperado pela torcida e pelos analistas, mas entrou em campo com um penteado novo. 

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

Foi um jogo de nervos a partida contra a Costa Rica e o placar de 2 a 0 a favor do Brasil não refletiu o que se viu em campo durante os 90 minutos. Ambos os gols foram assinalados após os 90 minutos, no período de acréscimos.

 

A vitória eletrizante e estressante sobre a Costa Rica resgatou as chances de o Brasil seguir vivo na competição. Basta apenas um empate na última partida da primeira fase (contra a Sérvia) para que o Brasil avance no mundial.

 

Venceu mas não convenceu

 

Numa partida marcada pelo tombo de Tite ao comemorar o primeiro gol e o choro de Neymar (autor do segundo gol) no final, vimos um ataque péssimo nas finalizações e uma defesa "desconfiada", mas que talvez, tenha sido o maior mérito contra o fraco futebol da Costa Rica.

 

O Brasil não conseguiu se encontrar no primeiro tempo, tampouco impor seu ritmo de jogo. Houve apenas esboços de lampejos e muito pouca criação. Só no segundo tempo o Brasil insistiu no ataque, mas falhou em todas as finalizações antes dos 90 minutos. Com Phelipe Coutinho abrindo o placar depois dos 90 minutos, o Brasil ainda enfrentou sufoco, mas teve forças para seguir ao ataque e marcar mais, desta vez com Neymar finalizando um cruzamento de Douglas Costa, quase no minuto final.

 

O gol foi um alívio para o atacante que ainda não havia marcado nesta Copa e soma agora 5 gols em Copas do Mundo, marca atingida na Seleção somente por grandes jogadores brasileiros, como o legendário Zico. Afirmando mais tarde se sentir "sob pressão", Neymar ajoelhou e chorou solitário no gramado, logo após o apito final, criando assim, uma das imagens emblemáticas dessa Copa da Rússia. O choro de alívio foi traduzido mais tarde em um desabafo do atleta nas redes sociais.

 

Neymar reage a críticas e desabafa nas mídias sociais*

 

Autor do segundo gol da seleção brasileira na vitória sobre a Costa Rica, o atacante Neymar chorou ao final da partida, válida pela segunda rodada do grupo E da Copa do Mundo. Depois desabafou nas mídias sociais: "Nem todos sabem o que passei para chegar até aqui. Falar, até papagaio fala, agora fazer…". Disse que chorou de alegria, de superação e de garra. "Na minha vida as coisas nunca foram fáceis, não seria agora, né! O sonho continua, sonho não, objetivo", afirmou em sua conta no Twitter.

 

O craque brasileiro foi alvo de críticas após o empate com a Suíça, especialmente porque não rendeu o esperado pela torcida e pelos analistas, mas entrou em campo com um penteado novo. Com o gol marcado hoje, Neymar junta-se a Romário como o quarto maior artilheiro com a camisa da seleção brasileira. Ambos marcaram 56 gols pela seleção. O grupo é liderado por Pelé, com 95 gols marcados.

 

Depois do jogo, o zagueiro Thiago Silva disse que a Costa Rica mostrou qualidade e conseguiu anular as principais jogadas brasileiras, mas a seleção acreditou na vitória até o fim. "Ficamos preocupados em um momento do jogo, sim. A gente martelava, mas a bola não entrava, o gol não saía. Ficou aquele sentimento de que hoje não seria o dia, mas a gente não deixou de acreditar. Mesmo depois do pênalti anulado, a gente não deixou de querer o jogo e foi premiado quem quis mais jogar", afirmou o capitão brasileiro.

 

Philippe Coutinho foi eleito mais uma vez o melhor do jogo, segundo os internautas que acompanham as mídias sociais da Fifa. Artilheiro da seleção, com dois gol, Coutinho disse que o mais importante foi a vitória do time brasileiro, que agora soma quatro pontos na Copa do Mundo da Rússia. "Foi uma emoção muito grande [a vitória]. O jogo foi muito difícil. Desde o primeiro minuto tentando, buscando os chutes de fora da área. No final fomos premiados pela atuação do grupo, todo mundo correu, se dedicou e merecemos a vitória", argumentou.

 

Aliviado após a vitória brasileira, o atacante Gabriel Jesus destacou que os adversários têm se fechado para enfrentar a seleção. "Não está sendo fácil para ninguém. Hoje foi de parar o coração, na raça, do jeito brasileiro, mas ninguém gosta de passar essa tensão toda. Com a nossa força de vontade, espírito de vencedores, nós conseguimos. Uma hora a gente sabia que a bola ia entrar, mas não imaginava que seria aos 90 minutos", afirmou.

 

Gabriel Jesus pediu apoio da torcida. "O torcedor tem que apoiar acima de tudo. Crítica a gente já tem demais. A gente convive com isso em todas as profissões. Todos nós aqui sabemos do orgulho e da responsabilidade que é carregar essa camisa. Temos que apoiar mais os jogadores", disse.

 

* Com informações de Luiza Damé/Agência Brasil.

    23/06/2018

 

- Foto: Reuters/Lee Smith /Direitos reservados.

 

*  *  *

 

Arena Rostov:

Brasil empata com Suíça na estreia

Partida realizada na Arena Rostov frustrou brasileiros com o empate em 1 a 1 da Seleção Brasileira com os suíços.

 

Da Redação*

Via Fanzine

18/06/2018

 

Seleção de Tite fez estreia fraca, mostrou pouco poder ofensivo e ainda tomou um gol, tornando o resultado um doloroso empate para quem tem grandes pretensões na Rússia.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

A tão esperada estreia da Seleção Brasileira de Futebol ocorreu no domingo (17/06), quando a equipe comandada pelo técnico Tite enfrentou a Suíça, na Arena Rostov, na Rússia. O placar final de 1 a 1 frustrou muitos brasileiros que já contavam certo com uma vitória da seleção sobre o futebol mediano da Suíça.

 

A seleção de Tite mostrou pouco entrosamento e quase nenhuma criatividade. Neymar caiu muito durante toda a partida e pouco criou ou armou de efetivo. O meio-campo brasileiro também se mostrou confuso e uma ansiedade geral recaia claramente sobre os jogadores. O belo gol do Brasil foi marcado por Philippe Coutinho, que finalizou de fora da área e acertou o ângulo do goleiro suíço.

 

Com apenas um ponto somado na tabela com este empate, o Brasil aparece na segunda posição do Grupo E, liderado pela Sérvia (3 pontos), que venceu a Costa Rica (0 ponto) por 1 a 0 na manhã deste domingo. Por possuir um cartão amarelo a menos (critério de desempate), na tabela de classificação, o Brasil ficou na frente da Suíça, que também possui apenas 1 ponto.

 

Em sua partida de estreia o Brasil jogou com: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus (Roberto Firmino).

 

O próximo compromisso da Seleção será na sexta-feira (22), às 9h (de Brasília), contra a Costa Rica, em São Petesburgo.

 

 

Marcelo, Miranda e Willian projetam próximos desafios

 

O empate com a Suíça por 1 a 1 na estreia da Copa do Mundo Rússia 2018 não abalou a confiança da Seleção Brasileira. É o que garantem Marcelo, Miranda e Willian. O trio avaliou o desempenho brasileiro na partida deste domingo (17), em Rostov-On-Don, válida pela primeira rodada do Grupo E.

 

Capitão da Seleção Brasileira na partida, o lateral Marcelo afirmou que a equipe está preparada para jogar bem e ganhar os dois próximos jogos, contra Sérvia e Costa Rica, e que o ponto somado com o empate será bem recebido no fechamento da fase.

 

– Copa do Mundo é tiro curto. A gente queria muito ganhar, mas o empate, às vezes, pode ser bom no futuro. Nós estamos tranquilos e preparados. Temos mais dois jogos para jogar bem e ganhar. Repito, o empate pode ser bom no futuro.

 

O zagueiro Miranda, protagonista do lance polêmico que terminou com o gol da Suíça, reforçou que o empate não mexe com a mentalidade do grupo. Para ele, os suíços mostraram qualidade. 

 

– A gente sabia que não ia ser fácil. Vamos pensar no próximo jogo e fazer os três pontos. Tentamos impor nosso ritmo, mas erramos passes. O adversário cresceu porque tem qualidade. O empate não nos abala. Grandes seleções estão tropeçando. O nosso pensamento é jogo a jogo, e vamos fazer um grande jogo na próxima rodada. Vamos sair com a vitória – disse o camisa 3.

 

Willian fez coro ao discurso dos companheiros. O camisa 19 lembrou que estreias são sempre mais difíceis, mas que a Seleção Brasileira foi melhor em campo. Para o atacante, os possíveis equívocos da arbitragem decidiram o placar final.

 

– Queríamos sair vencendo. Mas o empate é melhor do que não somar pontos. Copa do Mundo é assim. Jogos são difíceis. Não podemos lamentar esse jogo. Já vamos começar a pensar no próximo. Estreia é sempre difícil, mas o resumo do jogo é que tivemos um volume bom, pecamos no passe e na finalização. Ao meu ver o lance no Miranda foi falta. Não importa a força. Foi o suficiente para deslocá-lo. O juiz deveria ter marcado.

 

Após o jogo de estreia, o Brasil retorna para Sochi, onde está concentrada. A Seleção Brasileira volta a campo na próxima sexta-feira (22) contra a Costa Rica às 9h (horário de Brasília), em São Petersburgo. Os costarriquenhos estrearam com derrota para a Sérvia por 1 a 0.

  

* Com informações da CBF.

 

Imagem: Divulgação.

 

*  *  *

 

Rio de Janeiro:

Seleção Brasileira é convocada para a Copa*

O selecionado fará duas partidas antes do Mundial, diante de Croácia e Áustria.

 

Grupo se apresenta na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), na próxima segunda-feira (21), e começa a preparação para a competição.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

O técnico Tite convocou os jogadores para a disputa da Copa do Mundo FIFA 2018 na tarde desta segunda-feira (14/05) na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ). Única equipe a disputar todas as edições do torneio, a Seleção Brasileira vai para o Mundial em busca do sonhado hexacampeonato.

 

O grupo se apresenta na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), na próxima segunda-feira (21), e começa a preparação para a competição. Os treinos vão até o dia 26 e, no dia seguinte, os 23 jogadores embarcam para Londres, com o objetivo de adaptação ao clima e fuso-horário, e treinam na capital inglesa até a a bola rolar para os amistosos preparatórios.  

 

O selecionado fará duas partidas antes do Mundial, diante de Croácia e Áustria. O duelo com os croatas será no próximo dia 3, em Liverpool, na Inglaterra, e o segundo confronto está marcado para o dia 10, em Viena, capital do país adversário. A Seleção Brasileira está no Grupo E da Copa do Mundo e fará a estreia na competição diante da Suíça, no dia 17, em Rostov, às 15h (de Brasília).

 

Confira a lista:

 

GOLEIROS:

Alisson – AS Roma (ITA)

Cássio – Corinthians-SP

Ederson – Manchester City (ING)

 

DEFENSORES:

Danilo – Manchester City (ING)

Geromel – Grêmio-RS

Filipe Luís – Atlético de Madrid (ESP)

Marcelo – Real Madrid (ESP)

Marquinhos – Paris Saint Germain (FRA)

Miranda – Internazionale de Milão (ITA)

Fagner – Corinthians-SP

Thiago Silva – Paris Saint Germain (FRA)

 

MEIO CAMPISTAS:

 

Casemiro – Real Madrid (ESP)

Fernandinho – Manchester City (ING)

Fred – Shakhtar Donetsk (UCR)

Paulinho – Barcelona (ESP)

Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)

Renato Augusto – Beijing Guoan (CHI)

Willian – Chelsea (ING)

 

ATACANTES:

Douglas Costa – Juventus (ITA)

Firmino – Liverpool (ING)

Gabriel Jesus – Manchester City (ING)

Neymar – Paris Saint Germain (FRA)

Taison – Shakhtar Donetsk

 

* Informações e imagem da CBF.

   14/05/2018

 

*  *  *

 

 Seleção Brasileira de Futebol:

Brasil aguarda convocação de Tite

Tite convoca hoje os 23 jogadores que disputarão a Copa da Rússia*.

 

Na Rússia, a seleção fará sua preparação final na cidade de Sochi, onde realizará os treinamentos e retornará após as partidas. No local, ficará toda a estrutura para os jogadores e a comissão técnica.

Leia também:

Outros destaques em Via Fanzine

 

A convocação da seleção brasileira de futebol para a Copa do Mundo Rússia 2018, prevista para esta segunda-feira (14), às 14h, está carregada de expectativa em torno do nome escolhido pelo treinador Tite (Adenor Leonardo Bacchi) para o lugar de Daniel Alves. O lateral-direito da seleção foi cortado, após avaliação da comissão médica, liderada pelo doutor Rodrigo Lasmar, que foi à França a fim de verificar as condições clínicas do joelho direito do jogador.

 

Daniel Alves sofreu uma contusão no joelho durante a partida do Paris Saint-Germain contra o Les Herbiers, na final da Copa da França, no dia 8 de maio, em Paris, e deverá passar por uma cirurgia, nas próximas semanas. A sua recuperação, no entanto, levará vários meses, segundo os médicos, inviabilizando a sua participação na Copa. O PSG venceu o jogo por 2x0.

 

Daniel falou pela primeira vez sobre a sua saída da seleção, nesse sábado (12). Ele usou as redes sociais para dizer que está “com a alma em paz” e confia no grupo. "Confio muito nesse grupo, que sempre dá o melhor de si. Eu tenho certeza que vai dar tudo certo. Já deu tudo certo. Vamos ficar na torcida”, disse.

 

Ao anunciar os nomes dos 23 convocados, Tite deverá também falar sobre as condições clínicas de Fagner, jogador do Corinthians, atleta mais convocado pelo técnico para a reserva de Daniel Alves. Também na lista dos substitutos de Daniel estão Danilo, jogador do clube inglês Manchester City, e Rafinha, do Bayern de Munique.

 

Nesse domingo (13), o médico Rodrigo Lasmar esteve no centro de treinamento do Corinthians. Ele estava acompanhado do coordenador de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Edu Gaspar, a fim de analisar a evolução clínica de Fágner.

 

“Junto ao médico do Corinthians, Joaquim Grava, e o fisioterapeuta do clube e da seleção, Caio Mello, foi constatada boa evolução na recuperação da lesão do músculo posterior da coxa direita. O atleta seguirá em tratamento”, diz a nota divulgada pela CBF.

 

“Após a realização dos exames, Rodrigo e Edu entraram em contato com o técnico Tite passando a mensagem de que Fágner reúne condições de plena recuperação até a Copa do Mundo”, acrescenta a nota.

 

Pela programação da CBF, depois de Tite divulgar hoje os nomes dos 23 jogadores convocados para a Copa do Mundo Rússia 2018 e conceder entrevista à imprensa, toda a comissão técnica da seleção brasileira estará disponível para falar com os jornalistas, na zona mista da sala onde foi feito o anúncio dos selecionados.

 

Os trabalhos de treinamento e avaliação física na Grança Comary, em Teresópolis, começarão já na próxima semana, a partir do dia 21, quando os jogadores se apresentarão e serão recebidos pela comissão técnica, que chega um dia antes. O embarque para a Inglaterra está previsto para 27 deste maio. Antes da ida para a Rússia, o time do técnico Tite enfrenta Croácia, no dia 3 de junho, em Liverpool, e a Áustria, no dia 10, em Viena.

 

Sochi

 

Na Rússia, a seleção fará sua preparação final na cidade de Sochi, onde realizará os treinamentos e retornará após as partidas. No local, ficará toda a estrutura para os jogadores e a comissão técnica.

 

A primeira partida do Brasil será dia 17, contra a Suíça, o segundo confronto será dia 22, contra a Costa Rica, e o último jogo da primeira fase, dia 27, será contra a Sérvia.

 

Caso o Brasil fique em primeiro lugar no Grupo E, enfrentará, nas oitavas de final, dia 2 de julho, o segundo lugar do Grupo F, que tem Alemanha, Coréia do Sul, México e Suécia.

 

A Copa do Mundo começará dia 14 de junho, com o jogo da Rússia contra a Arábia Saudita, pelo Grupo A. A final será dia 15 de julho, quando, se tudo der certo, o Brasil estará disputando o seu sexto título mundial.

   

* Informações de Vladimir Platonow/Agência Brasil.

   14/05/2018

 

- Foto: Lucas Figueiredo-CBF/divulgação.

 

*  *  *

 

 

Ir para a página principal

 

AEROVIA ARQUEOLOVIA ASTROVIA DORNAS DIGITAL ITAÚNA FANZINE J.A. FONSECA UFOVIA VIA FANZINE

          

© Copyright, Pepe Arte Viva Ltda.

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter