A sua plataforma de embarque para a Astronáutica, Astrofísica e Astronomia  - Com a qualidade jornalística  Via Fanzine

 

 Satélites

 

Reentrada:

Satélite GOCE cai sem causar problemas

Como já era esperado pela agência, o satélite se desintegrou na atmosfera superior

e nenhum dano à propriedade foi registrado após a queda de seus destroços.

 

Da Redação*

Via Fanzine

BH-11/11/2013

 

O satélite Gravity field and steady-state Ocean Circulation Explorer (GOCE)

 entrou em queda e atingiu a superfície da Terra sem causar problemas.

Leia também:

Satélite GOCE vai cair nos próximos dias

Do arquivo: Satélite GOCE é acionado com sucesso

ESA lança mapa mais recente da superfície terrestre

Afinal, o nosso mundo se expande ou contrai?

Revista da NASA publica artigo sobre satélite SABIA-Mar

 Ubatuba: da sala de aula para o espaço

  Inpe auxilia alunos municipais a lançar satélite

 

A Agência Espacial Europeia (ESA) informou que o satélite GOCE reentrou na atmosfera da Terra às 01:00 (CET) dessa segunda-feira, 11/11.  A reentrada ocorreu em órbita descendente que se estendia através da Sibéria, no Oceano Pacífico ocidental, passando pelo leste do Oceano Índico e Antártida.

 

Como já era esperado pela agência, o satélite se desintegrou na atmosfera superior e nenhum dano à propriedade foi registrado após a queda de seus destroços. No entanto, o local exato da queda dos destroços ainda não foi mencionado pela ESA.

 

Segundo informou a ESA, a maior parte dos 1100 kg satélite desintegrou-se na atmosfera, e apenas cerca de 25% desse material alcançou a superfície da Terra.

 

A agência espacial afirmou que uma campanha internacional envolvendo a Inter-Agency Space Debris Coordination Committee e a ESA’s Space Debris Office, que monitoraram a reentrada.

 

Heiner Klinkrad, chefe do Escritório de detritos espaciais da ESA, prestou declarações sobre a reentrada do GOCE. "O satélite GOCE, que pesa uma tonelada, é apenas uma pequena fração das 100 a 150 toneladas de objetos soltos no espaço pelo homem e que reentram anualmente na atmosfera da Terra", afirmou Klinkrad.

 

Ainda de acordo com ele, "Nos 56 anos de voo espacial, cerca de 15 mil toneladas de objetos espaciais criados pelo homem reentraram na atmosfera sem causar um único ferimento em seres humanos até a presente data".

 

O trabalho de mapeamento realizado pelo GOCE gerou um geoide em 3D (acima)

mostrando os detalhes da atuação da gravidade sobre o planeta Terra.

O legado do GOCE

 

Lançado em março de 2009, o satélite terrestre Gravity field and steady-state Ocean Circulation Explorer (GOCE) se manteve em estado estacionário e mapeou variações na gravidade da Terra com uma precisão inigualável. O resultado é a forma mais precisa do 'geoide' terrestre – mostrando a região dos oceanos sem água - já produzido. Este mapa tridimensional já está sendo usado para entender a circulação oceânica, o nível do mar, a dinâmica do gelo e interior da Terra.

 

Com um motor iônico inovador, responsável por manter o satélite em uma órbita extremamente baixa (inferior a 260 km), juntamente com suas medidas do acelerômetro, o GOCE trouxe uma nova visão sobre a densidade do ar e a velocidade do vento na atmosfera superior.

 

A missão chegou ao fim em 21/10 por um motivo natural: o combustível do veículo espacial acabou, tornando-o sem propulsão para se manter em órbita. Assim, durante as últimas três semanas, o satélite GOCE entrou em queda, se desfez parcialmente, e seus destroços atingiram a superfície em 11/11, de acordo com a ESA.

 

* Com informações da ESA com tradução de Pepe Chaves.

 

- Imagens: ESA.

 

Leia também:

  Satélite GOCE vai cair nos próximos dias

  TCU vai investigar projeto do satélite brasileiro

  Revista da NASA publica artigo sobre satélite SABIA-Mar

  Ubatuba: da sala de aula para o espaço

  Inpe auxilia alunos municipais a lançar satélite

  AAB promove concurso para mini-satélites

  Satélite ROSAT cai no Oceano Índico

  Satélite alemão cairá na superfície

  Especial: Lixo espacial em queda - TV FANZINE (vídeo)

  Hayabusa: Cápsula retorna após visita histórica a um asteróide

  JAXA confirma que partículas são de asteroide

  Nasa comemora sucesso da sonda Messenger

  Descoberta água no planeta Mercúrio

  Lançamento: mensageiro segue para Mercúrio

  Vídeo - Messenger: informações (em inglês)+animação da Nasa

  Matérias sobre outras sondas espaciais

  Inpe auxilia alunos municipais a lançar satélite 

  Página do projeto do satélite Planck

  Imagens relacionadas no site da ESA Planck

  Página do projeto do satélite Herschel

  Imagens relacionadas no site da ESA Herschel

  Página da Agência espacial Européia com as duas missões

 

Leia outras matérias na

www.viafanzine.jor.br/astrovia.htm ©Copyright, Pepe Arte Viva Ltda. Brasil.

 

 

 

DORNAS DIGITAL

 

 

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter