'Há vida inteligente acima das nuvens' - Com a qualidade jornalística  Via Fanzine

 

 

 Acidentes

 Oceano Índico:

Buscas por avião são retomadas

Recomeçam as buscas pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines.*

 

Destroços do avião da Malaysia Airlines que caiu com 239 pessoas a bordo.

Leia também:

Malaysia Airlines: Avião desaparece na Ucrânia, diz empresa

Outros destaques em via Fanzine

 

Sete meses após o desaparecimento do voo MH370, da Malaysia Airlines, as buscas são retomadas no Oceano Índico, onde se acredita que o avião tenha caído, anunciaram hoje (6) autoridades australianas.

 

Depois de uma primeira fase de buscas infrutíferas à superfície e subaquáticas, um navio malaio especializado recomeçou a sondar o oceano para tentar localizar o Boeing 777-200, desaparecido no dia 8 de março, após descolar de Kuala Lumpur, com destino a Pequim, com 239 pessoas a bordo.

 

"Com material e especialistas da Phoenix International, o navio GO Phoenix chegou à zona das buscas, no Sul do Oceano Índico, e reiniciou as operações de exploração submarina", indicou o departamento australiano de segurança nos transportes.

 

O navio emitirá sonares programados a uma profundidade entre 5 mil e 6 mil metros, de modo a detectar grandes volumes dos destroços do avião, como motores, trens de aterragem e fuselagem.

 

* Informações da Agência Lusa, via Agência Brasil.

   06/10/2014

 

- Foto: Divulgação.

 

*  *  *

 

África:

Avião cai na África e mata 116 pessoas; 2º em poucos dias*

Aeronave seguia de Burkina Faso para a Argélia com 116 pessoas a bordo.

 

 

Destroços do avião da Malaysia Airlines que caiu com 239 pessoas a bordo.

Leia também:

Holanda deverá liderar investigação sobre queda de avião* 

Malaysia Airlines: Avião desaparece na Ucrânia, diz empresa

Outros destaques em via Fanzine

 

O avião da Air Algérie que desapareceu nesta quinta-feira (24) com 116 pessoas a bordo caiu, segundo uma autoridade da agência de aviação da Argélia, informou a Reuters. “Posso confirmar que ele caiu”, disse o oficial, sem dar mais detalhes.

 

Segundo a companhia, o avião levava 110 passageiros e seis tripulantes – entre eles dois pilotos. Os tripulantes eram todos espanhóis, de acordo com o sindicato espanhol de pilotos comerciais Sepla.

 

A empresa informou ter perdido contato com a aeronave 50 minutos após a decolagem, em Uagadugu, capital de Burkina Faso.

 

"Os serviços de navegação aérea perderam o contato com um avião da Air Algérie que voava nesta quinta-feira de Uagadugu a Argel, 50 minutos após a decolagem", anunciou a companhia pública argelina, citada pela agência APS, segundo a France Presse.

 

“A Air Algérie informa que os serviços de navegação aérea tiveram o último contato com o voo AH 5017, que cobre o trajeto entre Uagadugu e Argel, neste dia 24 de julho à 1h55 GMT [22h55 de quarta em Brasília], 50 minutos após a decolagem”, afirmou a companhia, que acrescentou ter colocado em prática um “plano de emergência”.

 

O Ministério dos Transportes da França disse que é “provável” que houvesse muitos passageiros franceses no avião. “Havia provavelmente franceses a bordo, e se havia franceses, certamente eram vários”, disse o ministro Frederic Cuvillier. Um representante da Air Argelie em Burkina Faso disse que há 50 franceses na lista de passageiros.

 

A empresa publicou em seu site que a aeronave decolou de Burkina Faso à 1h17 locais (22h17 de quarta-feira em Brasília) e deveria pousar na Argélia às 5h10 locais (1h10 de Brasília), mas nunca chegou ao seu destino. Segundo a empresa, o avião é um McDonnell Douglas MD-83.

 

Mau tempo

 

Um oficial do governo da Argélia disse que o último contato das autoridades do país com o avião ocorreu quando ele estava sobre Gao, no Mali.

 

Mas autoridades da aviação em Burkina Faso afirmaram ter passado o controle do avião para a torre de Niamey, no Níger, à 1h38 GMT (22h38 de quarta em Brasília), após o voo pedir para fazer uma alteração de rota devido a uma tempestade. Elas disseram ter perdido o contato com o aparelho logo depois das 3h30 GMT (0h30 em Brasília).

 

Uma fonte da empresa deu a mesma informação. "O avião não estava longe da fronteira argelina quando pedimos que desviasse sua trajetória devido à má visibilidade e para evitar um risco de colisão com outro avião que cobria a rota Argel-Bamaco", disse a fonte da Air Algerie. "O sinal foi perdido após mudar de rumo", explicou.

 

Um diplomata em Bamako, capital do Mali, afirmou que houve uma forte tempestade de areia à noite no norte malinês, que fica na rota de voo do avião.

 

O diretor da Agência Nacional da Aviação Civil do Mali, Issa Saly Maiga, informou que uma operação de busca do avião estava em andamento.

 

"Nós não sabemos se o avião está em território malinês", disse ele à Reuters.

 

"Autoridades da aviação estão sendo mobilizadas em todos os países relacionados ao caso: Burkina Fasso, Mali, Níger, Argélia e mesmo a Espanha."

 

Segundo o site da Air Algérie, a companhia realiza quatro voos por semana no trecho no qual o avião desapareceu.

 

* Informações de G1 e agências

   24/07/2014

 

- Foto: Divulgação.

Página inicial  HOME

DORNAS DIGITAL

 

 HOME |ARTICULISTAS| BIGIO | BLOG ZINE | EDITORIAL | ENTREVISTAS | ITAÚNA| J.A. FONSECA | PEPE MUSIC | UFOVIA | ZINE ZONE

© Copyright 2004-2014, Pepe Arte Viva Ltda.

 

Motigo Webstats - Free web site statistics Personal homepage website counter